4 funções de um administrador de redes nas empresas

Tempo de leitura: 3 minutos

A área de tecnologia da informação, principalmente nas regiões com polos de empresas de tecnologia como é o caso da região sul e sudeste, mesmo com a crise, não são afetadas de forma tão impactante quanto outras áreas. Isso é reflexo da necessidade crescente de administração dos recursos tecnológicos, e representa uma motivação para futuros profissionais que ainda estão em dúvida sobre qual área seguir.

Se você está interessado em uma dessas tendências de empregos na área de tecnologia da informação, uma das recomendações é o curso de tecnólogo de redes. Após concluído, o aluno passa a atuar como administrador de redes. Vejamos algumas atribuições gerais de um profissional dessa área.

Funções do administrador de redes

Além de trabalhar de forma autônoma, um recém-formado no sul e sudeste começa ganhando um salário base atuando na área de suporte de, no mínimo, R$2.000,00, mas esse valor depende do estado e da empresa. Conforme ganha-se experiência o salário vai aumentando, seja dentro da própria empresa ou com propostas de outras companhias, subindo os degraus e passando de administrador júnior, à analista e até consultor.

Projeto, configuração e manutenção das redes são algumas das atribuições desse profissional. Quando necessário, ainda realiza a expansão dessas redes, sempre mantendo um suporte eficiente.

1. Projeto de redes

É a primeira fase da implementação de uma rede, geralmente não executada por recém-formados. Esta etapa envolve a tomada de decisões sobre os tipos de redes de acordo com as necessidades da organização. Em projetos mais complexos, é realizada por um administrador experiente familiarizado tanto com a parte de hardware quanto de software. É uma das funções que também são realizadas por consultores.

2. Configuração de redes

Após ter em mãos os projetos, ocorre a instalação do hardware que pertence a parte física da rede, configuração dos arquivos e base de dados, hosts, roteadores e servidores. Essa função é um exemplo da necessidade de interação com os demais profissionais de tecnologia da informação.

3. Manutenção da rede

Aqui se encontram os principais trabalhos do administrador de redes. São corriqueiras as tarefas de adicionar novas máquinas de host e servidores à rede, zelar pela segurança (física e virtual), administrar os serviços da rede (NSF, email, etc) e resolver problemas de suporte geral. Por aqui que os recém-formados adquirem a experiência inicial.

4. Expansão de redes

Com a rede funcionando plenamente, esta deve acompanhar o crescimento da empresa e também possuir funcionalidades que permitam alterar hardware e software com um mínimo de tempo de parada. É função do administrador de redes garantir essas características.

Essas quatro atribuições não necessariamente são realizadas pelos mesmos profissionais. Cada administrador tem suas responsabilidades, muitas vezes nem presenciando o projeto e configuração das redes.

Além das próprias empresas de TI, é comum encontrar administradores de rede em institutos de educação, indústria, hospitais e em empresas que apresentam grande fluxo de dados entre computadores.

Cabe ressaltar que o cargo de administrador de redes é um emprego no qual se coloca a “mão na massa”, contando com o apoio técnico dos profissionais de outras áreas da TI. É fundamental lembrar também que profissionais de tecnologia devem atualizar constantemente seus conhecimentos. Algumas certificações são recomendadas para complementar a formação técnica:

  • Cisco Networking Academy: CCNA (Cisco Certified Network Associate);
  • ITIL (Information Technology Infrastructure Library);
  • Microsoft: MCSE (Microsoft Certified Solutions Expert) e MCITP (Microsoft Certified IT Professional)
  • Red Hat: RHCE (Red Hat Certified Engineer)

O curso de tecnólogo de redes é uma boa maneira de se destacar no mercado e ter um bom salário a um bom custo benefício de tempo e dinheiro.

Ficou com alguma dúvida sobre o a profissão de administrador de redes? Use o campo dos comentários e continue acessando no blog para saber mais sobre tecnologia da informação e suas áreas de trabalho.

glossário básico redes computadores

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *