Início do Conteúdo

Pós-Graduação em Administração de Redes com Tecnologia CISCO

O curso de Pós-graduação em Administração de Redes com Tecnologia CISCO objetiva qualificar profissionais e recém graduados que pretendam atuar na área de Tecnologia da Informação, capacitando-os em redes de computadores com tecnologia Cisco.

Tipo de graduaçãoPós-graduação

Carga horária370 horas

Duração do cursoAproximadamente 18(dezoito) meses - Um ano e meio

Turnos das aulasSomente aos sábados

ModalidadePresencial

Seja informado sobre a próxima edição do curso:

Registre seu interesse

Público-alvo

Profissionais graduados nos cursos das áreas de Redes de Computadores, Telecomunicações e Informática, ou profissionais graduados em áreas afins, atuantes no mercado de Redes IP. Voltada para aqueles que desejam aprimorar seus conhecimentos em redes, a Pós-graduação em Administração de Redes com Tecnologia Cisco tem duração de 370 horas e está organizada em três grandes módulos (Fundamentos de Redes, Roteamento e Administração, Tópicos Avançados de Redes).

Diferencial

O aluno recebe orientação e metodologia para projeto de redes, itens que somados aos conhecimentos das disciplinas teóricas darão habilidades para projetar, descrever, configurar, implementar e manter redes escaláveis de computadores utilizando protocolos de última geração e provendo redes IP confiáveis, otimizadas e seguras.

Justificativas

Os gastos globais com Tecnologia da Informação (TI) cresceram em torno de 6,2% em 2014 e alcançaram US$ 2,2 trilhões, impulsionados pelo reaquecimento da economia mundial e principalmente pelo incremento dos projetos com mobilidade e cloud computing. As constatações fizeram parte de estudos divulgados pela Forrester Research, de maneira que ao se confirmarem, os negócios continuaram em crescimento visto que os gastos mundiais com TI subiram somente 1,6%.

De acordo com Donald Feinberg, Vice-Presidente de Pesquisa da Consultoria Gartner, o desempenho do mercado brasileiro de TI em 2015 foi classificado como “horrível”. A consultoria observou retração de 30% nos gastos das empresas do país com recursos computacionais ao longo de 2014, em comparação ao período anterior.

Nesse contexto, o cenário segue ruim no curto prazo, porém, o revés tem sido menos acentuado em 2016, com perspectiva queda da ordem 12,9% nos gastos. A projeção reverte uma previsão anterior da companhia de análise de mercado, que apontava para avanço de 0,6% sobre os US$ 95,8 bilhões transacionados no ano passado.

No entanto, o cenário apresenta sinais de melhora a partir de 2017. É aí que a indústria de tecnologia no país começa a retornar taxas de evolução “no azul”. A expectativa é de um crescimento de 1,6% nos investimentos alocados em recursos computacionais frente a 2016.

Com base no levantamento recente, os gastos com soluções “as a Service” também foram afetados pelo momento turbulento. Os gastos em serviços de nuvem pública tiveram retração de 9,6% em 2015, ainda de acordo com o Gartner. Isso tende a mudar ainda em 2016, com expansão prevista de 5,6% esse ano. A consultoria observa que a contratação de soluções como serviço no país terá uma aceleração em 2017, com expansão de 19,8%.

Estes e outros estudos demonstram que há grandes oportunidades na área de TI nos mercados nacional e internacional, em particular para especialistas em administração de redes de computadores em conjunto com o diferencial de certificações profissionais da Cisco. O que acarreta uma grande demanda nas áreas de desenvolvimento de sistemas de informação, suporte, redes e segurança, dentre outras. Inclui-se aqui o constante surgimento e mudanças tecnológicas, aspectos que determinam que seja necessário um número cada vez maior de profissionais qualificados para administrá-las e implementá-las.

Ebooks sobre o mercado de TI